Tag: leveduras

Sur Lie ou Bâtonnage – Parte 1

Sur Lie ou Bâtonnage – Parte 1

sddefaultQuando a fermentação chega ao final há uma enorme quantidade de levedura no fundo do seu fermentador e seja por terem os açúcares acabado ou você ter adicionado alguma coisa para matá-la, ela está inativa.

Aprendemos pela maioria das fontes que devemos trasfegar o mais rapidamente possível à partir do fim da fermentação pois se houve qualquer problema como: estresse de levedura por falta de nutrientes, aumento de temperatura acima do limite tolerado pela levedura ou mesmo tendo percebido a presença de SO2 você não cuidou do problema  (descrito neste artigo), você corre o risco de que estas leveduras passem o resultado destes problemas para seu hidromel, certo?

Continue reading “Sur Lie ou Bâtonnage – Parte 1”

Livros para produzir Hidromel!

Livros para produzir Hidromel!

E porque pesquisar, estudar e experimentar são as chaves para melhorar continuamente, passo para vocês hoje algumas dicas de livros interessantes para melhorar nosso conhecimento e aplicar em nossas produções de hidromel. Claro que existem livros que tratam especificamente sobre o assunto, mas outros também podem ser complementos essenciais para aplicarmos em nosso dia a dia de homebrewers.

Lembrando que não é apenas ler! Mas realmente aplicar as informações obtidas de maneira a melhorar as nossas decisões e, claro, os hidroméis.

Vamos ao primeiro livro:

Continue reading “Livros para produzir Hidromel!”

Levedura Lalvin QA23®

Levedura Lalvin QA23®

Saccharomyces cerevisiae var. bayanus

Olá a todos os hidromeleiros! A alguns meses atrás a Lalvin lançou no mercado uma nova cepa de levedura para produtores artesanais e apesar de eu ainda não ter visto alguém vendendo a mesma aqui no Brasil, acho importante falar dessa novidade por ela apresentar algumas diferenças em relação às cepas que temos hoje por aqui.

A QA23® é uma levedura isolada pela universidade de Trás os Montes e Alto Douro (UTAD) e tem características únicas para fermentação a baixa temperatura. Com ela pode-se fermentar o mosto a cerca de 12-14ºC ( a Lalvin diz na ficha dela que pode fermentar até a 10ºC!!!) o que trás a tona uma expressão muito mais viva das características da matéria prima, aliada a um perfil mais frutado, podendo em alguns casos trazer alguns aromas de maracujá ao hidromel.

Continue reading “Levedura Lalvin QA23®”

Levedura Líquida vs Levedura Desidratada

Levedura Líquida vs Levedura Desidratada

Vial de Levedura Líquida

Olá pessoal! Agora novamente de posso de um computador decente para trabalhar no assuntos hidromelísticos da minha vida, vamos dar prosseguimentos aos novos artigos. E garanto para vocês que estou preparando alguns artigos muito interessantes para vocês!

Hoje para começar preparei um artigo sobre as diferenças entre leveduras desidratadas e líquidas. Apesar de ser um grande motivo de debate, primeiramente temos que observar que cada uma das duas tem suas vantagens e desvantagens e no final das contas cabe a você escolher qual a melhor para o seu estilo de fermentação. E muito importante também é conhecer as cepas que cada forma oferece, e conhecer a fundo!

Líquidas

Continue reading “Levedura Líquida vs Levedura Desidratada”

Trocando oxigênio por azeite de oliva?

Trocando oxigênio por azeite de oliva?

Olá a todos!

Azeite de Oliva – Ácidos Graxos!

Um assunto que é polêmico e que coloca muita gente do mundo das fermentações com um pé atrás é o uso de azeite de oliva como substituto do oxigênio no mosto. Talvez pela falta de estudos sobre o assunto ou mesmo de pessoas que coloquem a cara a tapa para mostrar se a coisa realmente funciona ou não, o pessoal ainda não se encorajou para os testes e possível adoção do método.

Necessidade de oxigênio.

Primeiro, porque temos que aerar o mosto no início de nossa fermentação? Porque o oxigênio é extremamente importante para o processo de construção da parede celular e  crescimento das leveduras, tanto em quantidade como em qualidade. Mais específicamente as leveduras usam o oxigênio para produzir os esteróis e ácidos graxos necessários ao seu ciclo de reprodução.

Oxigenar o mosto de hidromel não é uma tarefa fácil pois o mosto de hidromel tem dificuldade em incorporar oxigênio e existe uma alta demanda de oxigênio para a fermentação do hidromel. Essa demanda é de 10-12ppm (partes por milhão) de oxigênio no mosto.

Continue reading “Trocando oxigênio por azeite de oliva?”

Como reidratar as leveduras!

Como reidratar as leveduras!

Olá pessoal! Vou falar hoje sobre outra etapa muito importante na produção do seu hidormel: A melhor maneira de reidratar a levedura desidratada (Lalvin, RedStar, etc).

      A primeira vista parece uma etapa tão simples que normalmente nos passa desapercebida, mas ela tem uma importância fundamentar para a qualidade e saúde da nossa fermentação.

      O processo é simples e não leva mais que 20 a 30 minutos no total. Mas não segui-lo pode querer dizer que você perdeu até 60% das células totais do fermento que colocou no mosto e por isso prejudicou toda a fermentação. Não vale a pena arriscar. Vamos ao método:

Continue reading “Como reidratar as leveduras!”

Theme: Overlay by Kaira Extra Text
Cape Town, South Africa
%d blogueiros gostam disto: