Tag: levedura

Levedura R2 “Sauternes” da Lalvin

Levedura R2 “Sauternes” da Lalvin

Olá a todos, voltei para compartilhar com vocês uma experiência com uma nova cepa de levedura e que já faz parte da minha vida sempre!!

Consegui recentemente comprar fracionado algumas leveduras distintas, de produção de vinhos bem particulares e pretendo aplicar essas leveduras em alguns hidroméis mais especiais. A primeira que fermentei foi a Lalvin R2 que é uma levedura selecionada e isolada das produções de vinho Sauternes (lê-se sôtérne) na região de mesmo nome na frança. Esse vinho é, ao lado do Tokaji (Húngaro) o auge quando se fala em vinhos de sobremesa.

Antes de tudo, um pouco mais sobre o Sauternes:

Continue reading “Levedura R2 “Sauternes” da Lalvin”

Remover CO2 do mosto? Sim sempre!

Remover CO2 do mosto? Sim sempre!

CO2 só no hidromel espumante!!!!

Olá a todos! Pesquisando alguns novos métodos de fermentação para o hidromel, encontrei a informação, que depois foi cruzada, bateu com mais algumas fontes, e que, depois de devidamente testada se comprovou de extrema importância para avançarmos na qualidade da produção de nosso hidromel: A remoção do CO2 do mosto em fermentação.

Esse simples procedimento, junto com uma correta oxigenação e uma correta nutrição das leveduras faz com que tenhamos umas fermentação muito mais limpa e rápida. Limpa no sentido de ausência de off-flavors no mosto. E também foi constatado uma redução significativa no tempo total de fermentação, inclusive, mantendo a levedura bem ativa até o final do processo, o que mostra a saúda das mesmas. Lembre-se: levedura saudável e sem estresse = você feliz.

Mas porque remover o CO2 constantemente do mosto?

Continue reading “Remover CO2 do mosto? Sim sempre!”

Reaproveitamento de Levedura: Como fazer?

Reaproveitamento de Levedura: Como fazer?

Bem vindos amigos hidromeleiros e futuros hidromeleiros. Até agora aqui no blog falamos muito sobre as leveduras, como hidratá-las, suas cepas e de como as tratar da melhor maneira possível para que tenhamos o melhor resultado em nossa fermentação. Pois bem, agora vamos começar a tratar de assuntos um pouquinho mais avançados para a produção de nossa bebidas. Quero discutir com vocês uma série de assuntos relacionados a coleta de leveduras para reaproveitamento suas vantagens e desvantagens e após esse artigo vamos conversar sobre como isolar, cultivar, armazenar e propagar nossa própria levedura.

Sobre o reaproveitamento: essa é uma prática comum tanto entre o pessoal que fermenta em casa e, dizem, até entre algumas empresas maiores e consiste em aproveitar a lama de levedura de uma fermentação (a ser colhida no término da primária) e usá-la para fermentar um segundo mosto.

As principais vantagens desse método de trabalho é obviamente a economia que se faz ao reaproveitar as leveduras, o possível ganho de qualidade em usar células ativas e bem adaptadas ao meio, que se auto selecionaram durante o tempo de fermentação no mosto anterior.

Continue reading “Reaproveitamento de Levedura: Como fazer?”

Como preparar um starter de qualidade

Como preparar um starter de qualidade

Starter

Olá pessoal! Aproveitando o embalo da conversa sobre leveduras líquidas (artigo: Leveduras líquidas vs leveduras desidratadas), onde falamos da necessidade de preparar um starter se formos usar a levedura líquida, resolvi escrever para vocês um artigo sobe o tema: Como preparar um starter de qualidade. Ainda por cima adaptado para a produção de hidroméis.

O starter é importante por vários fatores: aumentar a quantidade de células viáveis de levedura, melhorar a saúde delas, ajustar a quantidade de células de levedura para o mosto em que será usado, dentre outros. O fato é que pegar o vial (embalagem em que é disponibilizado a levedura líquida) e simplesmente colocar o conteúdo no fermentador é correr um risco enorme que pode ser evitado com algumas etapas simples.

Outro fator importante é que preparando o starter, além de você garantir a quantidade de células inoculada, você ainda economiza em leveduras, pois o processo de starter pode facilmente duplicar a quantidade de leveduras em um meio.

Continue reading “Como preparar um starter de qualidade”

Como reidratar as leveduras – II

Como reidratar as leveduras – II

Reidratação; Etapa fundamental!

Olá a todos! publico hoje o último post do ano para vocês e é sobre uma revisão e ampliação sobre o processo de reidratação das leveduras liofilizadas (desidratadas) inclusive adotando o método de preparação em suas etapas e usando azeite de oliva como substituto do oxigênio. Mas para simplificar e não ficar fazendo referências ao primeiro Post sobre o tema eu vou colocar a descrição completa do processo.

Como reidratar as leveduras.

O processo de reidratação é uma etapa muito importante na produção de bebidas alcoólicas se ela for mal conduzida você pode correr o risco de inocular uma quantidade muito abaixo da necessária ao mosto e as leveduras vão sofrer… e elas sofrendo teremos um mosto carregado de off-flavors no produto final. Com certeza não queremos isso, certo? Vale lembrar que se colocarmos a levedura desidratada diretamente no mosto estamos correndo o risco de perder até 60% das células viáveis da levedura usada… ou seja com um sachet que tem potencial para fermentar 20 litros teremos na verdade um sachet com potencial para fermentar apenas cerca de 10 litros…  isso vai prejudicar muito nossa fermentação.

Mas então como matar menos leveduras no processo?

Continue reading “Como reidratar as leveduras – II”

Theme: Overlay by Kaira Extra Text
Cape Town, South Africa
%d blogueiros gostam disto: