Tag: frutas

SACK Hidromel para guarda!

SACK Hidromel para guarda!

Olá a todos!!

Estou projetando uma receita de Sack hidromel faz algum tempo e depois de bastante pensar na mesma acho que chegou a hora de compartilhar com vocês e posso dizer que muito em breve vou colocar para fermentar a dita receita. Vai ser uma receita com a intenção de obter um hidromel potente e com capacidade de guarda para vários anos.

Mas antes de começar a falar sobre a receita vamos relembrar o que é sack hidromel. Sack hidromel é um hidromel com alto teor alcoólico ao mesmo estilo do que é o vinho do porto. Mas não é simplesmente pegar um hidromel e ir elevando o álcool dele até chegar aos seus 18-20%, você tem que ter um corpo que acompanhe tudo isso para poder manter um equilíbrio saudável.

Desafios

Para produzir um bom sack hidromel temos que superar alguns desafios: Primeiro é a questão de como chegar ao volume de álcool desejado. De cara não é qualquer levedura que alcança alguma coisa acima de 15%, outra é que iniciamos com um mosto de gravidade original muito pesada (acima de 1.150) a levedura pode simplesmente não iniciar a fermentação e voltar ao estado de dormência.

Outra coisa é conseguir um corpo que faça frente a essa quantidade de álcool. Precisamos planejar bem e complementar o mel com adjuntos (frutas, especiarias, etc…) que atinjam um alto grau de potência aromática e gerem um bom corpo.

Continue reading “SACK Hidromel para guarda!”

Melomel – Guia de frutas! Parte II

Melomel – Guia de frutas! Parte II

      Dando prosseguimento ao guia de frutas para melomeis.

      Tirando a maça e o abacaxi, na primeira parte do artigo, falei praticamente de frutas vermelhas. Porque a prioridade? Porque elas são as que unem, primeiramente, vários dos atributos que para um melomel bonito além de saboroso.

       O legal das frutas é que além de todas as alternativas que temos usando frutas individualmente nos melomeis ainda temos as oportunidades de criar usando misturas de frutas ou fazendo melomeis “varietais” e depois misturante eles como melhor desejarmos! Se quer mais informações sobre mistura (assemblage) de hidromeis clique aqui.

        Mas como não são apenas de frutas vermelhas vivem os melomeis. Vamos dar prosseguimento aos trabalhos:

Continue reading “Melomel – Guia de frutas! Parte II”

Melomel – Guia de frutas! Parte I

Melomel – Guia de frutas! Parte I

Olá a todos!

        Acreditanto que um dos estilos mais difundidos de hidromel seja o Melomel, decidi ser de grande valia escrever mais uma artigo sobre as frutas mais comumente utilizadas no mesmo. Claro que sempre vai haver uma enorme variação de região para região, dos diferentes climas e diversos outros fatores. Mas é sempre uma referência.

      As frutas parecem que formam um casamento perfeito com o hidromel e o resultado dessa união são os melomeis. As frutas podem ser um trunfo fantástico na produção de melomeis, pois você pode pegar emprestado inúmeras características das frutas que podem complementar sobremaneira a qualidade do produto. Quer um exemplo: a receita que postei recentemente: Valhala Vanilla Metheglin (veja aqui!). Ela usa sucos de frutas para conseguir ácido cítrico  e ácido málico, tornando desnecessária a adição destes de maneira artificial. O que para pessoas como eu é fantástico pois não sou muito fâ de adições artificiais. Lembrando que se você gosta, vai fundo!

       Vamos ver as frutas em maiores detalhes.

Continue reading “Melomel – Guia de frutas! Parte I”

Melomel – Tabela para adição de frutas.

Melomel – Tabela para adição de frutas.

Boas pessoal!

Gostaria de compartilhar com vocês uma tabela extraída do livro: The Complete MeadMaker do autor e produtor Ken Schramm, um dos mais conceituados pesquisadores e produtores de hidromel dos Estados Unidos. A tabela trata das recomendações dele sobre a quantidade de diferentes frutas a serem adicionadas no mosto de acordo com o efeito pretendido. Continue reading “Melomel – Tabela para adição de frutas.”

Hidromel e Frutas – Melomel!

Hidromel e Frutas – Melomel!

Olá a todos! Bem vindos novamente ao Blog da Pompeia Hidromeis.

Melomel de Cerejas em Fermentação
Melomel de Cerejas em Fermentação

        O que acontece quando colocamos no nosso hidromel, uma boa quantidade de frutas? Temos Melomel. Esse é o termo utilizado pelo mundo afora para hidromel produzido com frutas em geral. E se feitos com esmero podem ficar simplesmente maravilhosos, pois as fruta podem dar toda uma nova dimensão para os hidromeis se usadas corretamente.

        Em geral se utiliza muito frutas vermelhas para a produção do melomel, primeiramente porque a cor pode ficar maravilhosa! Depois algumas frutas vão jogar os aromas e sabores para o céu! Um melomel de Amoras pode ficar simplesmente espetacular depois de 1 ano na garrafa. Um melomel de framboesa é uma bebida que pede um gole atrás do outro pela sensação de “tart” que traz. O melomel de morangos tem uma delicadeza encantadora, tanto na cor como no aroma e faria um par excepcional com mel de laranjeira. Mas existem pessoas que estão inovando e colocando outras fruta mais exóticas nos melomeis:  banana, abacaxi, coco, mirtilos, etc. E ouço falar de melomeis maravilhosos feitos assim. Há ainda os que misturam todas as frutas. Você pode ir até onde sua criatividade permitir.

        Mas qual a diferença na produção?

        Bem, para produzir um melomel temos que ter alguns cuidados a mais. A sanitização das frutas é um ponto a focar. Um lavada caprichada se faz necessária e em alguns casos até mesmo uma “pasteurização” como no caso do mirtilo, este se não fizer isso nem a cor libera com facilidade. Para pasteurizar frutas e livrar-se dos levedos selvagens que estas possuem nas cascas não é necessário fervê-las a 100°C, pode-se perfeitamente levar a temperatura delas a 60°C, manter por 20 minutos e depois resfriá-las. Isso ajuda a liberar mais cor também.

        Outro ponto: Quando colocar as frutas no mosto? Há quem prefira colocar na fermentação primária, outros preferem colocar quando for feita a primeira trásfega. Eu particularmente tenho utilizado a primeira opção. É mais bagunceira, já que as frutas dão uma desmanchada e fica mais difícil para realizar as trásfegas. Mas eu gosto porque tenho a sensação de que extraio mais das frutas assim. Houveram casos também em que coloquei frutas na primeira fermentação, quando fiz a trásfega eu descartei as mesmas, e coloquei mais frutas.

        Como escolher as frutas

  Imagem O ideal seria se tivéssemos acesso as frutas recém colhidas e portando o mais frescas possíveis. Mas como sei que nem sempre isso é possível, pode-se recorrer ao algum quitanda, ou frutaria que receba os produtos com boa frequência. É muito legal se você conseguir criar uma amizade com o fornecedor que escolher. Assim poderá aprender mais sobre as frutas também.

        Outra coisa importante é provar, cheirar o máximo de variedades possível. As frutas mudam muito de uma variedade a outra. Por exemplo todos que comem maças sabem que a maça Gala é muito diferente da Fuji.

        Quando não for possível de maneira alguma encontrar a variedade que você elegeu para seu hidromel, pode-se recorrer a frutas congeladas. Existem empresas que trabalham com frutas congeladas de excelente qualidade, eu mesmo já recorri a framboesas assim. Agora deixem, por favor, os sucos de frutas como última opção, pois os mesmos já possuem todo um processo de industrialização e perdem muito das qualidades da variedade e frescor.

        E por último é muito importante escolher uma levedura que se encaixe bem no conjunto que você imaginou para seu melomel.

        Pessoal, claro que isso tudo é um grande resumo e produzir Melomeis não se resume a apenas isso, mas já é um começo. Espero que se divirtam. Saúde!

Luis Felipe de Moraes – Pompeia Hidromeis

Theme: Overlay by Kaira Extra Text
Cape Town, South Africa
%d blogueiros gostam disto: