Técnica

Hidromel Espumante – Parte II

Mead-and-currantsOlá a todos! Vamos dar continuidade ao nosso primeiro artigo sobre a produção de hidroméis espumantes. Nesse segundo arquivo eu vou falar sobre os outros dois métodos de produção de espumantes, por fermentação, que são possíveis empregar na produção de hidromel. São eles o método Charmat e o método ASTI.

No último artigo falamos muito sobre o methode champenoise que apesar de ser bastante trabalhoso, não exige muitos recursos materiais para sua elaboração. Já o método Charmat e ASTI necessitam de um fermentador especial que é autoclavado o que pode tornar a operação muito mais dispendiosa.

Método Charmat

Também conhecido como método CharmatMartinotti, pois foi criado pelo italiano Frederico Martinotti mas patenteado por Eugene Charmat em 1907 consiste em preparar o produto base e conduzir a segunda fermentação dentro do tanque autoclavado, de aço inox. Após a segunda fermentação ter terminado no tanque o produto deve ser engarrafado sob pressão e está pronto.

Continue lendo “Hidromel Espumante – Parte II”

Hidromel

Produzindo hidromel espumante – Parte II

Mead-and-currantsOlá a todos! Vamos dar continuidade ao nosso primeiro artigo sobre a produção de hidroméis espumantes. Nesse segundo arquivo eu vou falar sobre os outros dois métodos de produção de espumantes, por fermentação, que são possíveis empregar na produção de hidromel. São eles o método Charmat e o método ASTI.

No último artigo falamos muito sobre o methode champenoise que apesar de ser bastante trabalhoso, não exige muitos recursos materiais para sua elaboração. Já o método Charmat e ASTI necessitam de um fermentador especial que é autoclavado o que pode tornar a operação muito mais dispendiosa.

Método Charmat

Também conhecido como método CharmatMartinotti, pois foi criado pelo italiano Frederico Martinotti mas patenteado por Eugene Charmat em 1907 consiste em preparar o produto base e conduzir a segunda fermentação dentro do tanque autoclavado, de aço inox. Após a segunda fermentação ter terminado no tanque o produto deve ser engarrafado sob pressão e está pronto.

Continue lendo “Produzindo hidromel espumante – Parte II”