Guia de Estilos – BJCP – Parte III

Olá meus caros! Segue a última parte do guia de estilos!

26 Other Mead (Outros hidroméis)

Verifique a Introdução às Diretrizes de Hidromel para uma descrição detalhada das características padrões do hidromel, a explicação dos termos padrões e para instruções de como inscrever hidroméis. Verifique as descrições da Categoria 24 para detalhes adicionais do caráter esperado de hidroméis seco, semi-doce e doce. Utilize estas informações para avaliar a distinção entre os vários níveis de dulçor. A ordenação primária da avaliação dos hidroméis em função do dulçor é recomendada, sendo a força alcoólica o critério secundário.

26A Metheglin

Metheglin é um hidromel condimentado.

Aroma: Dependendo do dulçor e da força alcoólica, poderá apresentar um caráter sutil à distintamente identificável de mel e herbáceo/condimentado (as versões secas ou hydromel possuirão menos aromáticos do que as versões doces e/ou sack). O caráter herbáceo/condimentado deve apresentar aromas distintos associados a ervas e/ou condimentos em particular; entretanto, note que algumas ervas ou condimentos (como por exemplo,  gengibre, canela) possuem aromas mais fortes que outras (como por exemplo camomila, lavanda) o que permite apresentar um caráter herbáceo/condimentado com  intensidade variando desde sutil até agressivo.

O caráter herbáceo/condimentado deve ser agradável e enriquecedor, e não artificial e inapropriadamente dominante (considerando o caráter da erva/condimento). Nem todas as ervas/condimentos poderão ser individualmente discerníveis ou estar presentes em iguais proporções em um metheglin de várias ervas/condimentos.

O aroma de mel deve ser notável, podendo variar desde leve até significativamente doce, podendo ainda expressar o aroma do néctar da flor. Se uma variedade de mel for declarada, o aroma poderá possuir um caráter varietal desde sutil até muito discernível (diferentes variedades de mel possuem diferentes intensidades e caráteres). O buquê deve apresentar caráter agradável de fermentação, com aromas límpidos e frescos sendo preferidos. Versões mais fortes e/ou doces possuirão maior dulçor e álcool no aroma

Algumas ervas e/ou condimentos podem produzir fenólicos condimentados ou picantes. A descrição padrão se aplica às demais características.

Aparência: A descrição padrão se aplica, com exceção da cor que geralmente não é afetada pelos condimentos e ervas (apesar de que flores, pétalas e pimentas podem contribuir com cores sutis; misturas de chás podem contribuir com cores significativas).

Sabor: a intensidade do sabor herbáceo/condimentado pode variar de sutil à alta; a intensidade do sabor do mel pode variar de sutil à alta; o dulçor residual pode variar de nenhum à alto; e o final pode variar de seco à doce, dependendo do nível de dulçor declarado (de seco à doce) e a força alcoólica (hydromel ou sack). O caráter de sabor distinto associado às ervas e condimentos em particular pode variar em intensidade de sutil à agressivo (embora algumas ervas/condimentos não possam ser identificados individualmente e servem apenas para prover complexidade). Determinadas ervas e condimentos podem adicionar sabores amargos, adstringentes, fenólicos ou condimentados (picante); caso estejam presentes, estas qualidades devem estar relacionadas aos ingredientes declarados (caso contrário são falhas) e devem apresentar um equilíbrio e harmonia com mel, dulçor e álcool. Metheglins contendo mais de uma erva/condimento devem ter um bom equilíbrio entre as diferentes ervas/condimentos, embora algumas ervas/condimentos possam ter a tendência a dominar o perfil do sabor. Um metheglin pode ter um caráter de mel de sutil à forte e pode apresentar um caráter varietal de perceptível à proeminente se uma variedade de mel for declarada (diferentes variedades possuem diferentes intensidades). A descrição padrão se aplica às demais características.

Sensação na boca: A descrição padrão se aplica. Algumas ervas e condimentos podem conter taninos que podem adicionar um pouco de corpo e alguma adstringência, mas esse caráter não deve ser excessivo.

Impressão geral: Em exemplos bem feitos do estilo as ervas/condimentos são distintivos e bem incorporados ao equilíbrio de mel-dulçor-acidez-taninos-álcool do hidromel. Diferentes tipos de ervas/condimentos podem resultar em uma ampla gama de diferentes características; permita variações no produto final.

Ingredientes: A descrição padrão se aplica. Um Metheglin é um hidromel padrão produzido com a adição de condimentos e ervas. Hidroméis produzidos com flores (como o hidromel de pétalas de rosa ou rhodomel), chocolate, café, nozes ou pimenta tipo chili (capsimel/capsicumel) também podem ser inscritos nesta categoria, assim como hidroméis produzidos com mistura de condimentos. Se os temperos forem utilizados em conjunto com outros ingredientes como uma fruta, cidra ou outros fermentáveis, o hidromel deve ser inscrito na categoria livre (Open Category Mead).

Comentários: Geralmente uma mistura de condimentos pode resultar em um caráter maior que a soma das partes. Os melhores exemplos deste estilo usam condimentos/ervas sutilmente e quando mais de um tipo é utilizado, são cuidadosamente selecionados para que combinem harmoniosamente. Veja a descrição padrão com os requisitos para inscrição das amostras. Os participantes DEVEM especificar o nível de carbonatação, a força alcoólica e o dulçor. Os participantes PODEM especificar a variedade do mel. Os participantes DEVEM especificar os tipos de condimentos utilizados.

Exemplos comerciais: Bonair Chili Mead, Redstone Juniper Mountain Honey Wine, Redstone Vanilla Beans and Cinnamon Sticks Mountain Honey Wine, Long Island Meadery Vanilla Mead, iQhilika Africa Birds Eye Chilli Mead, Mountain Meadows Spice Nectar.

26B Braggot

Braggot é um hidromel feito com malte.

Aroma: Dependendo do dulçor, da força alcoólica e do estilo da cerveja base, poderá apresentar um caráter sutil à distintamente identificável do mel e cerveja (uma versão seca e/ou hydromel possuirá menos aromáticos do que uma versão doce e/ou sack). Os caráteres de mel e de cerveja/malte deverão ser complementares e equilibrados, embora nem sempre o equilíbrio seja em iguais proporções. Se a variedade do mel for declarada, o aroma poderá apresentar um caráter de mel que reflita o mel varietal, desde sutil até muito perceptível (diferentes variedades possuem diferentes intensidades e caráteres). Se o estilo da cerveja base ou tipo de malte for declarado, o aroma pode apresentar um caráter do estilo da cerveja desde sutil até muito perceptível (diferentes estilos e tipos de malte possuem diferentes intensidades e caráteres). O aroma de lúpulo (qualquer que seja a variedade ou intensidade) é opcional. Se presente, deve combinar harmoniosamente com os outros elementos. A descrição padrão se aplica às demais características.

Aparência: A descrição padrão não se aplica devido às características similares à cerveja. A claridade pode ser de cristalina à brilhante, embora muitos braggots não sejam tão límpidos quanto os outros hidroméis.  Um colarinho de baixo a moderado com alguma retenção é esperado. A cor pode variar desde amarelo claro até marrom escuro ou preto, dependendo da variedade do malte e mel utilizados. A cor deve ser característica ao estilo de cerveja declarado e/ou mel utilizado, se a variedade for declarada. Versões mais fortes podem apresentar sinais de corpo (lágrimas de álcool, por exemplo).

Sabor: Apresenta caráter equilibrado e distintivo tanto da cerveja quanto do hidromel, embora a intensidade relativa dos sabores seja fortemente afetada pelo dulçor, força alcoólica, estilo da cerveja base e variedade do mel utilizada. Se o estilo da cerveja for declarado, o braggot deve possuir algumas características do estilo, embora os sabores sejam diferentes devido à presença do mel. Se uma variedade de mel for declarada, o braggot deve apresentar um caráter varietal de sutil à proeminente (diferentes variedades possuem diferentes intensidades). Braggots mais fortes e/ou doces devem ter sabores mais intensos que as versões mais secas e de menor densidade. O final e o retrogosto irão variar baseados no nível de dulçor declarado (de seco até doce), e podem incluir componentes da cerveja e do hidromel. Uma grande variedade de características do malte é permitida, desde os sabores singelos dos maltes bases, sabores ricos em caramelo e tostado até sabores torrados como do malte chocolate escuro. O sabor e amargor do lúpulo podem estar presentes, qualquer que seja a variedade ou intensidade. No entanto, esse caráter opcional deve ser sempre sugestivo ao estilo da cerveja base e deve estar bem combinado com os outros sabores. A descrição padrão se aplica às demais características.

Sensação na boca: A descrição padrão não se aplica devido às características similares à cerveja. A sensação na boca deve ser suave e sem adstringência. O corpo pode variar desde moderadamente leve até cheio, dependendo do dulçor, força e estilo da cerveja base. Note que hidroméis mais fortes terão um corpo mais cheio. Um corpo muito leve ou aguado é indesejável assim como um dulçor enjoativo. A sensação de aquecimento do álcool bem-envelhecido pode estar presente em exemplares mais fortes. A carbonatação geralmente segue a descrição padrão. Um braggot natural (still) geralmente apresentará algum nível de carbonatação (similar a uma bitter amarzenado em barril), lembrando que uma cerveja completamente sem gás não é apetitosa. No entanto, assim como uma barleywine envelhecida possa ser natural (still), alguns braggots podem ser totalmente não carbonatados (still).

Impressão geral: Uma combinação harmoniosa entre hidromel e cerveja, com as características distintivas de ambos. Uma grande variedade de resultados é possível, dependendo do estilo da cerveja base, variedade do mel e, sobretudo, do dulçor e força alcoólica. Os sabores provenientes da cerveja tendem a mascarar um pouco os sabores típicos do mel encontrados em outros hidroméis.

Ingredientes: Um braggot é um hidromel tradicional feito com mel e malte, onde ambos provêm sabores e extratos fermentáveis. Originalmente e alternativamente, uma mistura de hidromel e cerveja. Um braggot pode ser produzido com qualquer tipo de mel e com qualquer estilo de cerveja base. Os componentes do malte podem ser derivados de grãos ou extratos de malte. A cerveja pode ser lupulada ou não. Se o braggot contiver algum outro ingrediente além do mel e da cerveja, deverá ser inscrito na categoria livre (Open Category Mead). Hidroméis defumados devem ser inscritos nessa categoria se fora utilizado maltes defumados ou alguma cerveja defumada (smoked beer) com estilo base. Braggots produzidos com outros ingredientes defumados (por exemplo, extrato de fumaça ou chipotles) devem ser inscritos na categoria livre.

Comentários: Algumas vezes conhecido como bracket” ou “brackett”. Os açúcares fermentáveis podem ser provenientes de um equilíbrio entre o malte ou extrato de malte e o mel, embora um equilíbrio específico é aberto à criatividade e interpretação dos cervejeiros. Veja a descrição padrão com os requisitos para inscrição das amostras. Os participantes DEVEM especificar o nível de carbonatação, a força alcoólica e dulçor. Os participantes PODEM especificar a variedade do mel. Os participantes PODEM especificar o estilo da cerveja base ou os tipos de maltes utilizados. Produtos com uma baixa proporção relativa de mel devem ser inscritos na categoria Cerveja-Especialidade (Specialty Beer) como Cerveja de Mel (Honey-Beer).

Exemplos comerciais: Rabbit’s Foot Diabhal and Bière de Miele, Magic Hat Braggot, Brother Adams Braggot Barleywine Ale, White Winter Traditional Brackett.

26C Open Category Mead (Hidromel Categoria Livre)

Um Hidromel de Categoria Livre é uma bebida a base de mel que combina os ingredientes de duas ou mais subcategorias, é um hidromel histórico ou nativo (por exemplo, o tej ou hidroméis poloneses), ou é um hidromel que não se enquadra em nenhuma outra categoria. Qualquer hidromel especial ou experimental que utilize fontes adicionais de fermentáveis (por exemplo, xarope de bordo, melado, açúcar mascavo ou néctar de agave), ingrediente adicionais (por exemplo, vegetais, licores, fumaça), processos alternativos (por exemplo, congelamento, envelhecimento com carvalho) ou outros ingredientes, técnicas ou processos alternativos também são apropriados nesta categoria. Nenhum hidromel pode ser considerado “fora do estilo” nesta categoria, há não ser que este se enquadre em alguma outra categoria existente de hidromel.

Aroma, aparência, sabor e sensação na boca geralmente seguem a descrição padrão, ainda, note que todas as características podem variar. Uma vez que uma ampla faixa de inscrições é possível, perceba que as características podem refletir combinações dos respectivos elementos dos várias subcategorias utilizadas neste estilo. Verifique a Categoria 25 para uma descrição detalhada do caráter do hidromel seco, semi-doce e doce. Caso o hidromel inscrito seja uma combinação de outras categorias de hidromel existentes, consulte as categorias em questão para uma descrição detalhada do caráter dos componentes dos estilos.

Impressão Geral: Este hidromel deve exibir caráter de todos os ingredientes em diferentes níveis e deve apresentar um bom equilíbrio entre os vários elementos de sabor. Independente dos ingredientes utilizados, o resultado deve ser identificado como uma bebida fermentada à base de mel.

Comentários: Veja a descrição padrão com os requisitos para inscrição das amostras. Os participantes DEVEM especificar o nível de carbonatação, a força alcoólica e o dulçor. Os inscritos PODEM especificar as variedades de mel. Os inscritos DEVEM especificar a natureza especial do hidromel, seja este uma combinação de estilos existentes, um hidromel experimental, um hidromel histórico ou alguma outra criação. Quaisquer ingredientes que resultem em um caráter identificável PODEM ser declarados.

Exemplos Comerciais: Jadwiga, Hanssens/Lurgashall Meadthe Gueuze, Rabbit’s Foot Private Reserve Pear Mead, White Winter Cherry Bracket, Saba Tej, Mountain Meadows Trickster’s Treat Agave Mead, IntermielRosée.

Créditos da tradução:
– Charles Ristow
– Marcos Odebrecht Jr.

Abraços e boas fermentações a todos!

Luis Felipe de Moraes – Pompéia Hidroméis

Crédito da imágem:  http://wildeyedsoutherncelt.com/



Categorias:Eventos, Material BJCP

Tags:, , , , , , , ,

9 respostas

  1. Você tem alguma loja física em Pompéia?

    Curtir

  2. Cara, sou de Curitiba e fiz alguns hidroméis basicões aqui, nada de especial. Agora to querendo uma coisa mais elaborada…
    Onde você compra as leveduras aqui em Curitiba? E o airlocker?

    Valeu man!

    Ps: teu site é demais cara, muito bom!

    Curtir

    • Boas Eduardo,

      Eu compro praticamente tudo em lojas virtuais, nacionais e internacionais. Dá uma procurada em lojas de produtos para cervejeiros que certamente vai encontrar coisas para hidromel também.

      Abraço e obrigado pelo elogio!

      Curtir

  3. Parabéns Luis Felipe. Tenho tirado muita inspiração do seu blog e do seus videos. Precisamos montar um Mazer Cup Mead Competition aqui no Brasil.

    Curtir

  4. Boa tarde. Assim como você eu amo fazer as coisas com minhas próprias mãos. Pesquisando algumas dessas coisas encontrei seus videos falando sobre esses assuntos e até outros como o da malha de aço. Gostaria de saber se você poderia tirar algumas de minhas duvidas sobre alguns dos seus videos e receitas. Meu E-mail é iginovendas@yahoo.com.br . Gostaria muito de aprender com você sobre assuntos em comum. Forte abraço. Aguardo resposta.

    Curtir

Trackbacks

  1. Categoria 26C do BJCP | Pompeia Hidroméis

Deixe um comentário!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: