Melomel de Goiabada ou Hidromel Cascão?

Olá a todos!

Goiaba Vermelha

Pessoal, já imaginaram um hidromel intenso e com aroma cheio de muita potência? Pois eu também e um dos aromas que sempre me encantou foi o aroma de doce de goiaba ou mesmo o de geleia dessa fruta. O que quero dizer é que não seria simplesmente incrível se nós conseguíssemos trazer esse aroma complexo e intenso para dentro do nosso néctar?

Outro linha de pensamento para uso desta fruta na produção de hidromeis seria o uso dessa fruta em grande quantidade para produzir um hidromel intenso e muito corpulento para guarda, ao estilo Sack Hidromel! Pensem nisso!

Pois bem, antes de falarmos da receita, que também entrou para minha lista de “fermentar em breve”, vamos dar uma rápida olhada na nova matéria prima:

A Goiaba

Super conhecida dos brasileiros o fruto da goiabeira é a matéria prima da deliciosa goiabada mineira e é presente em praticamente todo o país e costuma não gostar muito de lugares onde há vento frio. Existem duas variedades de goiaba que comumente encontramos no mercado que são a goiaba branca e a vermelha. A branca, de casca esverdeada e interior amarelo-esverdeado pálido, e a vermelha, de casca amarelada e interior rosado/avermelhado. Além de saborosa e aromática ela também é rica em vitaminas (principalmente A, B1, C, cálcio, fósforo e ferro).

Apesar de ter uma aparência rústica a goiaba é uma fruta delicada e após ser colhida deve ser armazenada de preferência dentro da geladeira para durar por mais tempo. Um incidente comum é encontrar larvinhas conhecidas popularmente como bixo-de-goiaba, que é na verdade a larva da mosca da fruta, que deposita seus ovos na casca da goiaba.

O Brasil é o maior produtor mundial de goiaba de polpa vermelha e produz tanto para a indústria como para consumo in natura.

Conhecimentos sobre goiaba atualizado agora vamos a frente e dar uma olhada na receita que eu criei e que vai para o fermentador muito em breve.

Ingredientes:

  • 2 kg de goiaba de polpa vermelha
  • 3,1 kg de mel – para este hidromel o mel deve ser mais leve, tente um mel de laranjeira ou parecido, fuja dos intensos.
  • 1/4 de baga de baunilha
  • água mineral suficiente para completar 10 litros
  • 2 gramas de nutrientes para leveduras

Preparo:

Limpe maravilhosamente bem todos os utensílios, superfícies de trabalho, fermentadores, airlockers, absolutamente tudo o que terá contato com o mosto em produção (se não sabe sanitizar leia nosso artigo). Aqueça o mel, mas evite deixar que a temperatura do mesmo ultrapasse os 60°C. Coloque o mel no fermentador que você sanitizou perfeitamente e mexa até estar completamente dissolvido. Coloque também as goiabas (sim na primária!).

Sendo bem genérico: Com essa quantidade de mel e água você vai ter uma gravidade original a cerca de 1.080 a 1.090 o que vai finalizar com álcool por volume a cerca de 11% a 12,5%.

Reidrate as leveduras seguindo o nosso artigo ou siga as instruções do fabricante. Após esse processo coloque a levedura no mosto.

Adicione 1 grama do nutriente para as leveduras. Lacre seu fermentados da melhor maneira possível. Abra o fermentador nos dois primeiros dois dias após o o início do processo e oxigene novamente o mosto, sempre sanitizando muito bem tudo o que vai entrar em contato com o mosto, e lacre muito bem o fermentador após cada processo.

Quando completar 10 dias coloque mais 1 grama de  nutriente.

Após o final da fermentação primária realize a primeira trasfega e retire todos as frutas e adicione agora a baga de baunilha aberta no sentido do comprimento para extrair melhor o aroma. Após adicionar a baunilha prove frequentemente para que a baunilha não fique mais forte do que o desejado, quando achar que está no ponto remova a baga de baunilha!

Siga com as trasfegas até que esteja totalmente clarificado e pronto para ir para a garrafa. Talvez seja uma boa ideia pensar em um agente clarificante para usar com esse hidromel, pois acredito que a goiaba vai gerar uma sujeirinha considerável!

Desejo a todos boas fermentações

Luis Felipe de Moraes – Pompeia Hidroméis

 

Problemas na fermentação do hidromel? Clique aqui para ver o que fazer!

Hidromel de Chocolate com PimentaHidromel de Limão com AnizHidromel Tradicional SuaveReceita Hidromel Fácil JAOMMelomel de GoiabaHidromel Medieval VIISack HidromelCyser com CanelaReceita RhodomelMetheglyn Chocolate com café e baunilha,Hidromel de ChocolateHidromel Bouchet com AmoraMelomel de Pera,Vanilla HidromelMelomel de FramboesaMelomel de Abacaxi e Coco,Capsicumel – Hidromel com PimentaMelomel de LaranjaHidromel Tradicional 



Categorias:Hidromel, Receitas

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , ,

23 respostas

  1. Luiz, em primeiro lugar queria dizer que adorei seus vídeos no you tube, são ótimos, e agora acabei de me cadastrar no fórum, sábado agora dia 02/11 fiz meus primeiros 5 litros de hidromel, baseado nas suas dicas, pois bem, acredito que seja normal mas estou com diversas duvidas, se você puder me ajudar segue elas

    PRIMEIRA DUVIDA: fiz 5 litros de hidromel utilizando a proporção de 4 litros de agua e 1 kg de mel, sexta feira fui comprar um densimentro em uma casa especializada aki em caxias do sul e o cara me vendeu um sacarímetro, dessa forma não consegui medir a concentração de mel para provisionar a graduação alcolica, a duvida é a seguinte existe uma proporção ideal de agua x mel ou devemos acertar peo densímetro?

    SEGUNDA DUVIDA: Utilizei fermento bilogico normal para pao, não consegui o lalvin igual ao que vc utilizou, fiz todo o procedimento de mistura separada e adição ao mosto sem deixar diferença maior que 10 c , coloquei na garrafa com o air locked ( usei a mangueira dentro da garrafa com agua) e percebi que não esta borbulhando dentro da garrafa, visualmente da pra ver que esta fervendo soltando bolhas dentro do galão mas não chega a borbulhar, sera que coloquei pouco fermento? ou o fermento de pao realmente não tem a mesma função de um fermento mais elaborado? o que pode ter dado de errado na sua opinião

    TERCEIRA DUVIDA: Por quanto tempo deixo o hidromel fermentando com o air lock? vi em seus vídeos que após alguns dias devemos travasar o hidromel para tirar a borra que fica no fundo, isso deve ser feito após quantos dias aprox.? e após travasar devemos continuar o processo de fermentação por mais quantos dias antes de engarrafar?

    Por enquanto é so essas duvidas, se puder me ajudar agradeço de coração

    abraço e no aguardo

    Maichel chisté

    Curtir

    • Boas Maichel!

      Pergunta 1: Você vai regular a densidade do seu mosto de acordo com a quantidade de álcool que você desejo ter no seu hidromel. Por exemplo uma densidade de 1.080 vai resultar em aproximadamente 11% de álcool por volume. Para saber isso use a Mead Calculator do site GotMead.

      Pergunta 2: Quase certeza de que o problema nesse caso é vedação do fementador. Assim, fermento para pão de longe não é o ideal, mas para começar e entender o processo serve.

      Pergunta 3: dá uma olhada neste post que vai ter as respostas: http://pompeiahidromeis.com/2013/10/26/minha-fermentacao-parou-e-agora/

      Abraço!
      Luis Felipe

      Curtir

      • Olá Luiz!

        Show de bola pelos esclarecimentos das duvidas.
        Realmente o problema estava na vedação do air lock, troquei de fermentador dei mais uma agitada e esta funcionando que uma beleza, com relação ao fermente sei que não é o melhor mas da uma ansiedade para começar a fazer que não consegui esperar chegar os lalvin que comprei pela net.
        Os próximos 5 litros vou caprichar nos ingredientes.

        mais uma vez muito obrigado

        abraço

        Maichel

        Curtir

  2. Boa Tarde Luiz, gostaria de conversar com você sobre sua experiencia na confecção de hidromeis para um projeto da faculdade, fico no aguardo de uma resposta se isto é possível.

    Obrigado

    Curtir

  3. Venerável Mestre Luis. Chegou a fazer esta receita? nos conte! Abraços

    Curtir

Trackbacks

  1. Receita Hidromel de Manga com Pimenta Habanero | Pompeia Hidroméis
  2. Receita de Hidromel de Limão com Aniz Estrelado | Pompeia Hidroméis
  3. Capsicumel – Chocolate com Pimenta | Pompeia Hidroméis
  4. Receita Hidromel Bouchet com Amoras! | Pompeia Hidroméis
  5. Receita de Melomel de Frutas Vermelhas | Pompeia Hidroméis
  6. Receita de Hidromel Fácil – JAOM | Pompeia Hidroméis
  7. Receita Hidromel: Russian Cardamom | Pompeia Hidroméis
  8. Receita Hidromel: Metheglyn Chai | Pompeia Hidroméis
  9. Receita – Sack hidromel de frutas vermelhas | Pompeia Hidroméis
  10. Receita de Hidromel de Abóbora! | Pompeia Hidroméis
  11. Hidromel de Camomila e Baunilha | Pompeia Hidroméis
  12. Receita hidromel tradicional meio-seco – Pompeia Hidroméis
  13. Receita – Sack hidromel de frutas vermelhas – Pompeia Hidroméis
  14. Hidromel BOMM (Bray´s One Month Mead) – Pompeia Hidroméis
  15. Hidromel Tradicional (Show Mead) com mel de Flor de Laranjeira – Pompeia Hidroméis
  16. Receita de Hidromel – Morangos com Gengibre – Pompeia Hidroméis

Deixe um comentário!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: