Metheglyn de Menta

Olá a todos e sejam bem vindos!

Menta

Essa é uma receita para quem procura por um hidromel refrescante.

Primeiro vamos falar um pouco da menta: As mentas são plantas herbáceas vivazes, compreendendo numerosas espécies, das quais muitas são cultivadas em função de suas propriedades aromáticas, condimentares, ornamentais ou medicinais. Em suas propriedades medicinais, é usada como anti-séptico, aromática, digestivo, estomáquica e expectorante. Menta e hortelã são nomes populares usados para designar espécies que pertencem a um mesmo gênero, chamado Mentha. Parte da confusão também se deve ao fato de os nomes populares variarem de região para região. Enquanto no sul do Brasil a maioria das espécies é chamada de menta, no interior de São Paulo e no Nordeste é mais comum usar hortelã para designar qualquer uma delas.

Falado sobre o nosso principal adjunto de hoje para nosso hidromel, vamos a receita para um hidromel bem diferente e refrescante.

Antes disso, outra coisa interessante desta receita é que usaremos uma levedura que não tínhamos usado até então a Safbrew T-58.  Usaremos esta levedura pela capacidade que ela tem para realçar muito os aromas.

Ingredientes:

  • 6kg de mel de excelente qualidade.
  • 200 gramas de menta
  • Água suficiente para 20 litros
  • Levedura SAFBREW T-58
  • 5 gramas de nutrientes para leveduras.

Preparo:

Aqueça o mel, mas evite deixar que a temperatura do mesmo ultrapasse os 60°C. Coloque o mel e a água no fermentador que você sanitizou perfeitamente antes de usar (se não sabe sanitizar leia nosso artigo), e mexa até dissolver completamente o mel.

Pegue as folhas de menta e triture no liquidificador até obter um purê. Adicione ao mosto.

Mexa vigorosamente seu mosto para que consiga colocar o máximo de oxigênio possível, ajudando assim nossas amigas leveduras.

Reidrate as leveduras seguindo o nosso artigo ou siga as instruções do fabricante. Após esse processo coloque a levedura no mosto.

Adicione metade do nutriente para as leveduras. Lacre seu fermentados da melhor maneira possível

Abra o fermentador nos dois primeiros dias após o o início do processo e oxigene novamente o mosto, sempre sanitizando muito bem tudo o que vai entrar em contato com o mosto, e lacre muito bem o fermentador após cada processo. Quando completar 10 dias coloque o restante do nutriente.

Após o final da fermentação primária realize a primeira trasfega e adicione mais 200 gramas de folhas de menta frescas e deixe curtir por pelo menos 10 dias, então proceda com as demais trasfegas até que esteja totalmente clarificado e pronto para ir para a garrafa.

Luis Felipe de Moraes – Pompeia Hidromeis

 

Problemas na fermentação do hidromel? Clique aqui para ver o que fazer!

Hidromel de Chocolate com PimentaHidromel de Limão com AnizHidromel Tradicional SuaveReceita Hidromel Fácil JAOMMelomel de GoiabaHidromel Medieval VIISack HidromelCyser com CanelaReceita RhodomelMetheglyn Chocolate com café e baunilha,Hidromel de ChocolateHidromel Bouchet com AmoraMelomel de Pera,Vanilla HidromelMelomel de FramboesaMelomel de Abacaxi e Coco,Capsicumel – Hidromel com PimentaMelomel de LaranjaHidromel Tradicional 



Categorias:Hidromel, Receitas

Tags:, , , , , , , ,

14 respostas

  1. Entao na receita seria 400g de menta ? , tipo 200 no preparo do mosto , e mais 200 pos a primeira trasfega ? . Algum motivo ? ate mais sempre acompanhando.

    Curtir

  2. Farei este hidromel !! Me diga, quando fica a gravidade inicial com esta receita ? Abraços

    Curtir

  3. Luis. uma dúvida, vc usou 200gr de menta triturada e depois colocou mais 200gr de folhas frescas? no total foi 400gr?

    Coincidencia, estou com uma receita parecida com essa no fermentador, mais eu fiz um pouco diferente:
    fiz uns 15 litros de mosto com uma OG 1.095, com o fermento da BIO4 para hidromel, após 20 dias no fermentador a densidade não abaixou muito estava com 1.050 ai oxigenei novamente o fermentador e coloquei 250gr de folhas frescas de hortelá, para ldesinfetar bem Hortela antes eu fiz uma solução de 8ml de Q’boa por litro dágua e deixei as folhas por uns 15 minutos. depois lavei bem com água corrente e coloquei dentro do fermentador. isso faz uns 10 dias e o fermentador está borbulhando, quando parar ou diminuir bem a atividade das leveduras vou abrir pra ver o que eu faço.

    Curtir

  4. estou aqui.. seguinte as 200 g iniciais são trituradas e as outras são folhas inteiras ou trituradas tmbm???
    se eu usar azeite de oliva para oxigenar,
    na segunda oxigenação adciono mais uma solução ?? ou nesta caso não poderei usar azeite??

    Curtir

    • Bruno,

      Pode triturar tudo. Mas o IDEAL é você testar as folhas que conseguir para fazer a receita. Veja como elas extraem melhor o aroma e sabor, se inteiras ou cortadas, se maceradas… se extrair no álcool (extrato alcoólico) ou com fervura (chá) ou ainda direto no mosto. Testa isso separado do seu hidromel e quando chegar no melhor método, ou pelo menos no que te agradar mais, aplique.
      Se você oxigenou com azeite, segundo a literatura, não precisa de nenhuma adição posterior.

      Abraço

      Curtir

  5. Se fosse substituir essa levedura (SAFBREW T-58), recomendaria qual?

    Curtir

Trackbacks

  1. Receita Hidromel de Manga com Pimenta Habanero | Pompeia Hidroméis
  2. Receita Hidromel Bouchet com Amoras! | Pompeia Hidroméis
  3. Receita de Hidromel Fácil – JAOM | Pompeia Hidroméis

Deixe um comentário!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: