Receita Melomel Abacaxi e Coco

Olá pessoal!

Melomel Abacaxi e Coco

Melomel Abacaxi e Coco

Hoje gostaria de compartilhar com você uma receita que fiz recentemente como teste e que já virei fã. O Melomel de Abacaxi e Coco. Não é um receita complicada, apesar de que algumas coisas tem que ser observadas com cuidado para não desequilibrar o conjunto.

Sempre que pensamos em produzir um melomel (veja aqui nossa tabela de quantidades para frutas no melomeis) e elegemos a(s) nossa(s) fruta(s) temos que pensar na acidez e nos taninos das mesmas. Só para relembrar:
Acidez causa aquela sensação que se tem na língua quando tomamos uma limonada com pouco açúcar.
Tanino causa adstringência tal como comer uma banana verde.

Existem frutas que a acidez e ou tanino é uma característica marcante (ex: framboesa tem ambas fortes, amoras tem acidez, abacaxi tem acidez, laranja tem acidez, uvas tem acidez e taninos).

Então quando escolhemos as frutas para nosso melomel o que temos que observar? A fruta escolhida não pode deixar a bebida ácida ou tânica em excesso. Praticamente todas as frutas quanto mais maduras diminuem a acidez. Quando eu escolhi o abacaxi para esta receita eu procurei por frutas mais maduras e aromáticas. Assim teria um hidromel mais complexo (mais aroma) sem correr o risco de acidez excessiva. Isso serve também para as outras frutas.

Mas chega de conversa e vamos à receita:

Ingredientes:

  • 6,8 kgs de mel (dê preferência por um mel mais leve e aromático)
  • 2 kgs de abacaxi descascado e cortado em cubos
  • 600 gramas de coco (abra o coco na hora de preparar o mosto)
  • 3 gramas de nutrientes para leveduras
  • levedura Lalvin K1V-1116
  • água suficiente para completar 20 litros

Preparo:

Limpe e sanitize todo seu equipamento, utensílios e superfícies de trabalho. Aqueça o mel para facilitar a dissolução do mesmo na água. Se você quiser pode proceder à pasteurização do mel antes de usá-lo, mas isso é completamente opcional.

Misture o mel e a água e chacoalhe, bata, faça o que quiser mas coloque oxigênio nessa mistura.

Coloque o abacaxi e o coco na mistura.

Reidrate as leveduras conforme instruções do fabricante ou leia o nosso passo a passo para a reidratação (clique aqui para o tutorial). É um passo muito importante.

Coloque as leveduras no mosto e em seguia 2 gramas dos nutrientes.

Nos três primeiros dias repita o processo de colocar oxigênio no mosto, seja chacoalhando ou outra maneira quer consiga ter um bom resultado. Já vi pessoas até pegarem uma poção do mosto o colocar no liquidificador.

Após 10 dias coloque o restante do nutrientes para as leveduras.

Após o fermentação der sinais de estar terminando, proceda com as trasfegas até que esteja clarificado. Se desejar clique aqui para ver nosso tutorial sobre clarificação do mosto.

Notas

Este melomel, por usar coco na receita, vai ter um aspecto mais “cremoso” no visual e no olfato. Isso porque o coco possui uma boa quantidade de óleos. O que, na minha opinião só o deixa ainda mais charmoso. Se decidir mudar a receita, lembre-se da questão do óleo do coco.

Do mais é um hidromel relativamente rápido de produzir e já fica bem agradável na época de engarrafamento. Porém como qualquer hidromel vai evoluir e melhorar muito com o tempo.

Aproveitem a receita. Um abraço e saúde a todos.

Luis Felipe de Moraes – Pompeia Hidromeis

 

Problemas na fermentação do hidromel? Clique aqui para ver o que fazer!

Mais receitas:Hidromel de Chocolate com PimentaHidromel de Limão com AnizHidromel Tradicional SuaveReceita Hidromel Fácil JAOMMelomel de GoiabaHidromel Medieval VIISack HidromelCyser com CanelaReceita RhodomelMetheglyn Chocolate com café e baunilha,Hidromel de ChocolateHidromel Bouchet com AmoraMelomel de Pera,Vanilla HidromelMelomel de FramboesaMelomel de Abacaxi e Coco,Capsicumel – Hidromel com PimentaMelomel de LaranjaHidromel Tradicional 



Categorias:Hidromel, Receitas

Tags:, , , , , , , , , , , ,

27 respostas

  1. Bela receita! Parabéns!

    Curtir

  2. Olá meu amigo,

    Me chamo Décio e recentemente assisti ao filme Robin Hood e ouvi falar desse tal Hidromel, por curiosidade resolvi buscar no querido google e lhe achei. Assisti a alguns videos sobre o assunto e me despertou o interesse na famosa produção caseira.

    Só que ficou algumas duvidas, fazendo umas pesquisas vi que alguns tem 30º e você fala em algo de 12º gosto de bebidas fortes como ter esse controle? Você falou sobre o fermento… não entendi direito, existe algum material que explique sobre a quantidade de mel, tipo de fermento e teor alcoolico?

    Por exemplo, na cachaça esse controle se dá na extração, os primeiros 20% que saem do alambique variam entre 90º e 75º e os ultimos 20% variam entre 30º e 15º, então você vai meio que misturando as dosagens até chegar onde você quer, mas no hidromel é diferente…

    Gostaria que se possivel você fizesse um tutorial sobre o assunto.

    Meu e-mail ta ai… gostaria de poder aprender mais!!!

    Um grande abraço e parabéns pelo blog, a partir de agora você tem mais um seguidor!!!

    Curtir

  3. Amigo

    estou querendo começar pequeno, sei lá, fazer apenas uns 5 litros na primeira vez, quanto de levedura eu coloco, meio envelope? 1/4?

    Curtir

  4. Olá,meu caro, venho acompanhando teu blog faz tempo! Muito boa a receita.
    Mas me surgiu uma dúvida!
    Vc usou a “carne” do côco, aquele já desidratado ou verde?Pergunto isso pois uma vez tentei fazer um melomel de coco e ele ficou muito bem na secundária, fermentou direitinho, mas após abrí-lo para beber, não durou 1 semana, ficou rançoso! (acho que as gorduras do coco oxidaram)

    Vc usa a “carne” inteira ou moída?

    Abraço e parabéns pelo site! =)
    FernandoLL

    Curtir

    • Boas Fernando!

      Eu comprei coco seco e usei a “carne” dele cortada grosseiramente em pedaços.

      Agora, vamos pensar juntos. O Hidromel, assim como o vinho, é uma bebida fermentada, rica em alcoois e nesse nosso caso aqui, temos a gordura do coco. Como toda bebida fermentada ela tem seu ciclo de vida e ela é prepara, é jovem, chega ao auge, envelhece e morre. Qualquer fermentado, depois de aberto, tem seu fim decretado, pois colocamos oxigênio fresco dentro da garrafa e esse oxigênio vai oxidar o que tiver ali dentro. Principalmente alcoois e gorduras como a do coco. Após abertas as bebidas fermentadas devem ser bebidas o quanto antes. No caso do hidromel eu já tive experiências positivas com até uma semana, mais que isso é realmente complicado.

      Atenciosamente,
      Luis Felipe

      Curtir

      • Aah! Com certeza! Eu entendo do “ciclo de vida” da bebida.

        Mas o que achei interessante é que quando fiz foi extremamente rápido! hehehe

        Mas, enfim, estava pensando em usar o coco verde, mas aí me veio á cabeça que ele é MUITO aguado, será que isso iria influenciar nas leituras de SG?!

        Abraço!

        P.S.: Aaah! E outra dúvida/sugestão: a empresa brasileira Bio4 lançou no mercado uma levedura chamada Hidromel Ale. Conheço algumas cepas deles pra cerva, vc conhece essa?! To pensando em comprar pra reativar uma fermentação.

        Curtir

      • Olá Fernando,

        O fato de ser aguado não muda em nada pois irá se integrar ao mosto e você deve verificar a gravidade do mesmo após adicionar o coco.

        Conheço sim as leveduras da Bio4 e estou fazendo testes com elas neste momento!
        Abraço!

        Curtir

  5. Sobre o óleo presente no coco: vi uma receita de cerveja de pistache na qual o criador, pra retirar o óleo da fruta, a ferveu e depois congelou o líquido obtido. Usou a fruta na primária e descongelou o líquido pra secundária…enquanto descongelava, ele ia retirando a nata de gordura que ia se formando.
    Isso diminuiu muito o risco de falha por óleo, talvez funcione com o coco também.

    Curtir

  6. Estou com uma dúvida quanto a acidez do abacaxi, em um hidromel seco que tenho adicionei o abacaxi para curtir e a fermentação voltou devido ao açucar do abacaxi, resultado foi um hidromel bem ácido mas o abacaxi estava super maduro.
    Agora vou testar essa receita e não quero obter um novo hidromel ácido, li em alguns lugares algumas dicas para diminuir a ácidez do abacaxi, uma delas é cozinhar com açucar por um tempo, usarei mel no caso.
    Mas antes gostaria de saber se é necessário isso ou a receita do jeito que está vai dar um hidromel sem essa acidez?

    abraço

    Curtir

Trackbacks

  1. Receita Hidromel de Manga com Pimenta Habanero | Pompeia Hidroméis
  2. Receita de Hidromel de Limão com Aniz Estrelado | Pompeia Hidroméis
  3. Capsicumel – Chocolate com Pimenta | Pompeia Hidroméis
  4. Receita Hidromel Bouchet com Amoras! | Pompeia Hidroméis
  5. Receita de Melomel de Frutas Vermelhas | Pompeia Hidroméis
  6. Receita de Hidromel Fácil – JAOM | Pompeia Hidroméis
  7. Receita Hidromel: Russian Cardamom | Pompeia Hidroméis
  8. Receita Hidromel: Metheglyn Chai | Pompeia Hidroméis
  9. Receita – Sack hidromel de frutas vermelhas | Pompeia Hidroméis
  10. Receita de Hidromel de Abóbora! | Pompeia Hidroméis
  11. Hidromel de Camomila e Baunilha | Pompeia Hidroméis
  12. Receita hidromel tradicional meio-seco – Pompeia Hidroméis
  13. Receita – Sack hidromel de frutas vermelhas – Pompeia Hidroméis
  14. Sangue Viking (Viking Blod) – Hidromel de personalidade. – Pompeia Hidroméis
  15. Hidromel Tradicional (Show Mead) com mel de Flor de Laranjeira – Pompeia Hidroméis

Deixe um comentário!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s