Capsicumel – Hidromel com pimenta!

Olá a todos! Bem vindos novamente!

Quero apresentar para vocês mais um estilo de hidromel: Capsicume!

Pimenta Chili

Este hidromel tem sua categoria a parte pois nela se encontram os hidromeis que tiveram pimenta adicionada na receita e data a enorme variedade de pimentas e de preparos que podem ser feitos com as mesmas pode-se imaginar o leque gigante de possibilidades que se abre.

Deve-se, porém, tomar muito cuidado com a adição de pimenta no seu hidromel, pois exagerar vai deixar seu hidromel mais propício a ser usado como tempero do que como bebida, o aconselhável é colocar aos poucos e tirar provas frequentes para controlar o ardor que a mesma vai emprestar para seu hidromel.

E a pimenta empresta, certamente, muito mais do que apenas ardor ao hidromel, existem variedades que são bastante aromáticas, outras que estão defumadas vão emprestar também estes aromas ao hidromel, tem ainda as que são mais herbáceas, etc. O ideal é pesquisar bastante antes de escolher a pimenta a ser usada. Começar pelas que te agradam para os demais usos é uma boa ideia. E se tem alguma pimenta que não te agrada de maneira alguma, então não considere a mesma para usar em sua bebida.

Uma pergunta interessante a se fazer também é se quer fazer seu capsicumel de apenas uma pimenta (varietal) ou se é uma boa misturar algumas pimentas para obter mais complexidade de sabor e aromas. Lembrando que as vezes você pode encontrar duas variedades de pimenta que se complementem muito bem, deixando o conjunto todo mais complexo e harmonioso.

Ardência

A substância Capsaicina é quem dá o ardor as pimentas. Existe uma escala para medir o ardor das pimentas que se chama escala Scoville. Foi criada em 1912 por um químico chamado Wilbur Scoville que era baseada em misturar a pimenta com um preparado líquido e o valor da escala dava-se em quantas vezes era necessário diluir até que não se sentisse mais o ardor. Claro que isso é um pouco subjetivo e vai variar de pessoa para pessoa, mas a escala Scoville é uma das mais usadas no mundo.

Vamos dar uma rápida olhada em algumas variedades de pimenta mais conhecidas:

Malagueta
Umas das mais cultivadas no Brasil, se não a mais, são frutos pequenos e alongados, aroma e sabor médio a baixo sendo muito utilizada para molhos e conservas. Scoville: 50.000 – 100.000.

Habanero
Originária do Caribe e da Costa Norte do México,é uma pimenta muito famosa no mundo todo. É utilizada fresca, seca ou em molhos. Tem um sabor muito  forte que persiste na boca. As suas cores variam entre amarelo, laranja e  vermelho. Também é bastante aromática. Scoville: 350.000-577.000.

Jalapeno
Originária do México, apresenta frutos cônicos de coloração verde claro a verde  escuro quando imaturos e vermelho quando maduros.
Seu nome deriva da capital de Vera Cruz – Jalapa. É utilizada em vários molhos para  tacos, burritos e quando seca e defumada, é conhecida como chipotle.
Também é muito aromática e saborosa e defumada pode ser uma adição e tanto para hidromeis. Scoville: 2.500-8.000.

Dedo-de-Moça
Apresenta frutos alongados de coloração verde (imaturo) e vermelho (maduro), baixo ardor e baixo aroma. Sua ardência está entre a malagueta e a Jalapeño. É muito usada no Brasil em grande variedade de pratos. Na forma desidratada em flocos com suas sementes é conhecida como pimenta Calabresa. Scoville: 5.000-15.000.

Chili
Mais uma variedade mexicana. Muito usada em uma enormidades de pratos daquele país e de pratos italianos. Seu uso é muito extenso. É bem aromática e um pouco mais “ardida” que a Malagueta. Scoville: 100.000-350.000.

Pimenta-do-Reino
        A pimenta do reino é uma das especiarias mais antigas e mais utilizadas no  mundo.  Pequena e de formato arredondado, tem um sabor forte e levemente picante.
Originária das florestas equatoriais da Ásia, principalmente Índia, apresenta  coloração verde (imaturas) e vermelha (maduras).
Seca ou conservada em salmoura, mantém a cor original dependendo do seu estágio  de amadurecimento.
Quando fervidas e depois secas, tornam-se negras e por isso são também  conhecidas como pimenta preta.
Não sei seria a mais indicada para uso no hidromel, mas tem uma personalidade bem marcante.

Muito em breve vou colocar receitas de Capsicumel para vocês pessoal.

Até a próxima.

Luis Felipe de Moraes – Pompeia Hidromeis



Categorias:Capsicumel, Hidromel

Tags:, , , , , , , ,

1 resposta

  1. ¿Sabían que un CAPSUMEL lidera el ranking de la Asociación Mundial de Periodistas de Vinos y Licores (WAWWJ) ?

    Aquí les dejo el link para que lo puedan ver con sus propios ojos!
    http://www.wawwj.com/_SPS/ran_wine.php

    Saludos para todos los amantes de la Hidromiel!

    Curtir

Deixe um comentário!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s