Receita de Hidromel Tradicional – Suave

Pessoal, bem vindos!

A um tempo atrás eu postei para vocês uma receita de Hidromel Tradicional que terminava seco. Hoje vou apresentar uma que eu fiz em casa em 2012 e que é um Hidromel Tradicional Suave. Fica bem interessante e pode ser servido em diversas ocasiões e é bem flexivel quanto a temperatura de serviço também.

Como falei na receita de hidromel tradicional este parece uma receita simples, mas requer muita atenção para que tudo saia como planejado e como não tem um monte de coisa dentro dele, qualquer defeito fica aparente com facilidade. Não que seja uma receita difícil de executar, mas requer atenção.

Vamos a ela?

Ingredientes:

  • 8 kgs de mel de boa qualidade
  • água mineral suficiente para 18 litros
  • 6 gramas de um bom nutrientes para leveduras
  • 4 sachets de levedura Lalvin 71b-1122

Preparo:

Primeiramente sanitize todo seu equipamento e a área onde irá produzir seu hidromel. Esse passe é fundamental!

Misture o mel e a água. Aqueça o mel se desejar para facilitar na hora de dissolver na água, mas não o ferva. A gravidade deve ficar em torno de 1.120, o que é uma gravidade relativamente alta para início de fermentação, o que requer atenção em todos os passos. Se você quiser, ao invés de seguir as quantidades exatamente de mel que coloquei na receita, vá adicionando o mel na água e dissolvendo bem, até ter a densidade de 1.120.

Assim que misturar o mel e a água, mexa seu mosto vigorosamente para colocar oxigênio lá dentro. Você irá repetir isso pelos próximos dois dias para que as leveduras tenham todo o oxigênio que elas vão precisar para se multiplicar e garantir uma boa quantia de células para a fermentação.

Após oxigenar o mosto, prepare a levedura, reidrate as leveduras seguindo o nosso artigo ou siga as instruções do fabricante. Após esse processo coloque a levedura no mosto quando a diferença de temperatura entre eles não for maior que 10ºC.

Adicione 2/5 do nutriente para leveduras. Eu particularmente recomendo o nutriente Fermaid K mas existem muitas outras no mercado que são de excelente qualidade. Um dos componentes mais importantes que deve existir é o DAP (Diamonium Phosphate) que fornece nitrogênio para o processo de fermentação. Vale a pena conferir se o nutriente que você comprou contem o DAP.

Guarde o restante do nutriente.

Lacre o fermentador e use um airlock para garantir uma saíde do CO2 gerado pela fermentação.

No segundo dia, usando uma colher grande e devidamente sanitizada, movimente o mosto com movimentos circulares para remover o CO2, isso deve ser feito duas vezes durante o dia. Faça isso cuidadosamente para evitar efervescências bruscas e derramamento de mosto, comum em hidromel com frutas – coisas que o autor já fez com alguma frequência. Oxigene novamente o mosto e adicione mais 1/5 gramas de nutriente, uma vez neste dia.

No terceiro dia, dia remova novamente o CO2 duas vezes e oxigene.

Do quarto ao oitavo dia remova o CO2 duas vezes ao dia e não precisa oxigenar o mosto.

Quanto a densidade do mosto atingir 1.070 remova novamente o CO2, oxigene e adicione mais 1/5 gramas de nutrientes. Repita o processo quanto a densidade atingir 1.040 e depois não mexa mais no mosto ou corre o risco de causar problemas. Para saber sobre os valores de densidade lembre-se do densímetro ou do refratômetro.

Quando a densidade permanecer estável por mais de 4 dias significa que a fermentação acabou. Então é hora de realizar a primeira trasfega que é mover o mosto de um fermentador para outro deixando para tras a borra de levedura. Você fará essa primeira trasfega sem demora ou corre o risco de ter um problema chamado autólise de leveduras no seu hidromel e isso não é nada bom. Durante a trasfega os dois piores inimigos são a contaminação e o oxigênio, então cuidado. Lava e sanitize todo o equipamento que entrará em contato com seu hidromel e não cause splashs ou irá incorporar oxigênio e isso nessa fase irá fazer com que perca todo o seu trabalho.

Assim que acumular mais uma camada de levedura no fundo do fermentador você fará nova trasfega e irá repetir isso até que não haja mais nenhuma turbidez no seu hidromel. Isso pode levar meses a fio para ser bem feito.

Após a clarificação completa é hora de engarrafar e deixar seu hidromel maturar.

Agora é só curtir sua bebida artesanal!

Relembrando que esta é uma receita que eu fiz em 2012 e ficou muito bacana. Hoje já não existe mais nenhuma garrafa desta leva. Estou me programando para fazer outra igual muito em breve.

Divirtam-se e Saúde a todos!

Luis Felipe de Moraes – Pompeia Hidromeis

Problemas na fermentação do hidromel? Clique aqui para ver o que fazer!

Veja também outras receitas (Clique sobre o nome):

Mais receitas: Hidromel de Chocolate com PimentaHidromel de Limão com AnizHidromel Tradicional SuaveReceita Hidromel Fácil JAOMMelomel de GoiabaHidromel Medieval VIISack HidromelCyser com CanelaReceita RhodomelMetheglyn Chocolate com café e baunilha,Hidromel de ChocolateHidromel Bouchet com AmoraMelomel de Pera,Vanilla HidromelMelomel de FramboesaMelomel de Abacaxi e Coco,Capsicumel – Hidromel com PimentaMelomel de LaranjaHidromel Tradicional 

66 thoughts on “Receita de Hidromel Tradicional – Suave

  1. Maravilhoso !! Será meu 2° ou 3° hidromel !!! Mas me diz uma coisa, esse indício do fim da primeira fermentação seria 1 semana sem ver bolhas no airlock ? (um exemplo)

    1. Quase isso Jean,

      Para pegar melhor o final da primária após as bolhas pararem no airlocker, comece a tirar medidas com o densímetro, quando a gravidade for a mesma por alguns dias seguidos acabou a primária!

      Abraço,
      Luis Felipe – Meadmaker
      Pompeia Hidromeis

  2. Ola amigo adorei seu trabalho, estou conhecendo o hidromel atravez de voce, adoro varios tipos de bebidas e esto louco para provar o hidromel, mas to pensando em fazer em menor quantida de 5 litros sera que voce poderia me ajudar a dividir a sua receita? Vc passou a quantidade da agua suficiente para18 litros, 18 litros é de mosto ou so de agua me da uma forcinha, há e a quantidade de fermento? E qual o site q encontro

    1. Olá Wellington,

      A quantidade de água é o que vai precisar para completar um mosto com total de 18 litros. Fermento você pode usar 15 gamas a cada 20 litros. Sites de compra: Procura nos sites que vendem produtos para cervejeiros que geralmente tem!

      Abraços,
      Felipe – Pompeia Hidromeis

  3. vi em seus vídeo que vc usa a proveta e o decímetro. e obrigatório ter esses equipamentos para produzir o hidro mel? ou você pode dar a porçao de mel para tantos litros de água ?

    1. Olá Nereu,

      Usando Densímetro e a proveta você tem como monitorar sua fermentação e isso ajuda em vários casos para descobrir possíveis problemas! Dá para fazer sem? Dá só que a coisa fica mais no chutômetro mesmo!

      Abraço!

  4. Olá, Luís. Estou tentando fazer meu primeiro hidromel e estava querendo fazer um suave. O que eu gostaria de saber é que densidade final eu procuro para que isso ocorra?

  5. Qual é o PH ideal. Comprei um medidor de PH eletrónico, veio 1 sache verde e 1 sache vermelho com sais, como usar?

  6. Saudaçoes Luiz!

    Duas duvidas!
    Primeira seria em relaçao a oxigenaçao do mosto
    Foi mensionado que teria q mecher o mosto por 2 dias. Quantas vezes por dia? E da pra deixar ele em um recipiente aberto, somente com uma tampa em cima ou tera q ficar bem fechado?
    A outra pergunta seria em relaçao aos nutrientes
    Posso trocar por passas e pólen?
    Mais ou menos qual seria a medida?

    Desculpa o encomodo!
    Abraço e parabens pelo Blog Luiz!

    1. Boas Carlos,

      Mexendo duas vezes por dia já ajuda. Mas dá uma olhada nos outros médotos de oxigenação que funcionam melhor que esse. Não deixe aberto pois assim você corre riscos de contaminação do mosto. Sobre nutrientes eu não sei se funciona o polén e as passas. Precisaria ver se elas fornecem o que as leveduras precisam: nitrogênio, vitaminas b12, etc…

      Abraço

  7. Olá Luis,
    Primeiramente quero lhe parabenizar pelo blog e pela quantidade/qualidade de conteúdo aqui disposto!!!
    Gostaria de esclarecer uma dúvida de iniciante, nessa receita e em outras eu vi que parte dos nutrientes são adicionados na preparação do mosto e a outra parte é adicionada uma semana ou dez dias depois. Como é feita essa adição da segunda parte dos nutrientes, posso abrir o fermentador normalmente (sanitizando tudo, é claro) para colocar, não há risco do oxidar o hidromel?

    1. Boas Wagner,

      Eu que agradeço a visita!

      Pode sim. Desde que não fique chacoalhando o líquido para que entre oxigênio e tenha tudo sanitizado não tem problemas!

      Abraço

  8. Adorei o site, Nosso grupo de tcc esta fazendo um trabalho sobre o hidromel,
    sobre a ação da levedura no hidromel, Pretendemos fazer um quantidade de hidromel, porem em pequena quantidade. Minha duvida , pretendemos fazer um hidromel suave, porem como é menor quantidade a proporcao e menor, fara alguma diferenca na produto final? O tempo de fermentacao pode variar?

    1. Olá Taty,

      Que bom que gostou do Blog! Fico feliz! Alterar a quantidade do mosto mantendo as proporções não altera o produto nem o tempo de fermentação. Fatores como oxigênio, nitrogênio, nutrientes, temperatura, por exemplo, podem sim alterar as características da fermentação.

  9. Eu gostaria de saber se há algum tipo de perda no processo de fermentação. Por exemplo na receita diz para usar agua q.s.p. 18 litros. Após o processo de fermentação terminar, eu terei 18 litros de hidromel? (desconsiderando as retiradas para analise, pois pretendo usar um refratometro).

  10. Este é o primeiro hidromel que vou fazer então sou meio leigo no assunto:

    Tenho,por enquanto, duas perguntas:

    No seu vídeo de como fazer hidromel tradicional você disse que 5g de fermento rende até 20l de mosto e em um dos comentários acima você recomendou 15g. Qual deve ser a quantidade a ser usada?

    E essa fermentação primaria demora em torno de quanto tempo? 3 meses?

    Aguardo retorno e parabéns pelo site/vlog, foi o melhor e mais completo que encontrei…

    1. Olá Marcos,

      A quantidade de fermento depende de vários fatores entre eles a densidade e a quantidade de mosto que pretende fermentar. Dá uma olhada no meu blog que tem um artigo sobre preparo de starter de leveduras e lá ensina a calcular a quantidade necessária.

  11. Olá Estou no processo de trasfega do meu primeiro JAOM, mas já quero iniciar um hidromel suave, o problema é q o fornecedor de quem encomendei o airlocker, rolha de cilicone, nutrientes e fermento ta demorando pra me enviar as coisas, e no final de junho começa o inverno q é violento o suficiente por aqui pra matar as leveduras, arrisco por pra fermentar se receber até semana q vem, perco o fermento e aguardo o fim do inverno, ou aguardo o fim do inverno com o fermento no freezer q ainda poderei usar? Fermento lalvin, elucideme ó hidromeráculo \O/

  12. pergunta: qual a gravidade final que deve ter tanto o hidromel tradicional, quanto o hidromel suave?

    outra duvida: como eu faço para medir a densidade do mosto para saber se a fermentação acabou, já que não se deve retirar a tampa do fermentador para não oxigenar o mosto?

    1. Para estilos de hidromel dá uma olhada nos posts do blog “Guia de estilos do BJCP” que você vai achar as categorias base muito bem definidas em todos os aspectos.

  13. Amigo, quero fazer essa receia com 10 litros, esse fermento indicado vem embalagem com 5g, posso usar ele todo para os 10L? mantenho a mesma quantidade de nutrientes?

  14. olá! amigo, gostaria de saber onde posso arranjar o nutriente para levedura, moro em curi tiba. ( tem alguma loja ou site que venda a Wyeast? ) obrigado!

    ps: parabéns pelo site, excelente qualidade e explicação.

  15. Olá! amigo, gostaria de saber onde encontrar o nutriente para leveduras Wyeast, moro em curitiba.( pode indicar algum site ?)

    ps: parabéns pelo trabalho com o site, a qualidade das receitas é impecável ^^

    1. Olá Rafael,

      Em Curitiba temos a Bodebrown que vende insumos cervejeiros e muita coisa pode ser usada para produção de hidromel. Eles sempre tem uma grande variedade de leveduras em estoque.

      Abraço e obrigado pelo elogio!

  16. Olá! Meu primeiro JAOM ficou pronto semana passada, e agradeço imensamente por todos conteúdos fornecidos no site.
    Atualmente, estou querendo começar a produção desse hidromel suave. Minha dúvida é se pode ser usada a regra da proporção para produzir em menor quantidade.
    Obrigado

  17. Quero fazer meu segundo hidromel, e tenho uma pergunta…Um pacotinho de levedura e o suficiente para essa receita?

      1. Valeu…Vou começar a produçao em breve. Parebens pelo site.

  18. Bom dia! estou iniciando a minha produção de hidromel, com essa receita, porém em menor quantidade. Guardadas todas as devidas proporções, me restaram duas dúvidas:

    1 – posso usar todos os 5g de leveduras, ou devo usá-las proporcionalmente?
    2 – Idem acima, porém com os nutrientes. Devo usá-los proporcionalmente?

    quanto à segunda adição de nutriente, devo dissolvê-lo em água? após adicionar, devo mexer devagar, para não adicionar mais O2?

    Atenciosamente.

    1. Olá Jefferson,

      Perguntas 1 e 2: proporcionalmente.

      Para as adições subsequentes de nutrientes use água filtrada/sanitizada, adicione no mosto e mexa normalmente sem medo do O2.

  19. Parabéns pelo site e por disponibilizar seus conhecimentos , fiz minha primeira receita idêntica ao descrito , porém fiquei meio confuso pós na receita eu usei 4-pacotes de fermento para 18-liyros de mostro , estou usando mel de aroeira, mais li nos comentários que pode usar 3-pacotes de fermento para 20-litros , tudo bem eu ter usado 4-pacotes ? O cheiro da fermentação e muito boa, lembra um vinho , sou apicultor e meliponicultor no estado do Espírito Santo , gostaria de fazer uma receita com mel de abelha nativa , qual receita vc sugere ? Pensei em algo tradicional para manter os aromas e sabor desse mel que e de florada da mata atlântica, e muito obrigado pela generosidade

Deixe uma resposta

Theme: Overlay by Kaira Extra Text
Cape Town, South Africa
%d blogueiros gostam disto: