Equipamentos para fazer Hidromel

Olá pessoal! Bem vindos novamente ao Pompeia Hidromeis!

     Recebo sempre muitas perguntas sobre qual AirLocker utilizar, sobre o que usar como fermentador e outras mais com dúvidas sobre o que ter em casa para produzir seu hidromel. Então este é o tema do nosso artigo de hoje pessoal.

     Fermentador

     Existem vários recepientes que podem ser usados como fermentador. Nos EUA é muito comum o uso do chamado “Carboy” de vidro, o “carboy” é muito parecido com o nosso galão de água de 20 litros só que geralmente é feito de vidro. Eu particularmente gosto muito do vidro do ponto de vista sanitário, mas tem sempre a questão da fragilidade do material.
     Baldes plásticos também podem ser usados com muito sucesso. Eu já os usei inúmeras vezes e sempre com um ótimo sucesso. E o bom destes baldes é que se encontram em abundância em casas de produtos alimentícios, também em casas de produtos para cervejeitos ou produtos de vinho artesanal, ou ainda você pode simplesmente consegui-los com algum conhecido que trabalhe em restaurante, lanchonete, etc. Só preste atenção com a sanitização, pois podem haver muitos arranhões na superfício do plástico e estes podem servir de “ninho” para bactérias e fungos nocivos.
     Galões de água mineral também são uma alternativa mas com o ponto negativo de que quase sempre o gargalo é muito pequeno e isso dificulta muito uma sanitização adequada.
     Eu particularmente não faço mais hidromeis, mesmo os testes de receita, com menos do que 5 ou 6 litros para não me arrepender se a receita ficou boa e eu fiquei com pouco hidromel.

    Termômetro

    Apesar de não ser essencial para produzir o hidromel ajuda muito. Existem vários limites de temperatura que deveriam ser seguidos tanto para o aquecimento do mel, rehidratação das leveduras, colocação da levedura no mosto, etc. Quem quer fazer o hidromel mais seriamente vai comprar! Existe uma boa variedade de termômetros culinários no mercado que server perfeitamente para a produção do hidromel.

     Densímetro

     Este sim é essencial. Pois com o auxílio deste carinha você pode tomar muitas decisões importantes para seu hidromel. O Densímetro é o equipamente responsável por te mostrar a quantidade de sólidos dissolvidos no seu mosto, também chamados de Gravidade, o que no nosso caso são açucares do mel e sabendo disso você pode ter uma excelente base para programar o alcool do seu produto, saber se a gravidade original (G.O.) não está alta demais, o que pode atrapalhar o início da fermentação, pode também verificar a atenuação do mosto (Gravidade Original versus Gravidade Final), e por essa atenuação saber o alcool criado efetivamente. Enfim, para quem quer fazer o hidromel com o mínimo de seriedade esse é obrigatório. Encontra-se facilmente em casas de cervejeiros artesanais e pela internet.

      Airlocker

      Outro item que é muito importante. Este pequeno acessório é responsável por permiter que o CO2 gerado pela fermentação saia do fermentador, mas impede que ar entre. Isso evita que entrem também bastérias e fungos contaminantes. É barato portanto evite fazer “gambiarras” como bexigas, mangueirinha e garrafa pet, etc, pois não é garantia de sanitização. O airlocker vem normalmente em dois formatos o 3 peças e o em “S” ambos funcionar com o mesmo princípio, o CO2 de dentro do fermentador precisa gerar uma certa pressão para sair através da água que está no Airlocker.

     Mangueira de Silicone

    Quando você vai fazer a trasfega do seu hidromel você DEVE fazer por gravidade sempre. E, ou você tem uma torneira instalada no fundo do fermentador ou fará sifonamento para tirar o hidromel de dentro do fermentador. A mangueira de silicone é inerte e fácil de limpar e encontrar para comprar, você encontra em qualquer casa de mangueiras, refrigeração, mangueiras para autos, etx. Muito barata, normalmente centavos o metro.

      Colher grande atóxica

      Não inventa moda para fazer a mistura do seu mosto. Compra uma colher culinária grande, acima de 60 cm e seja feliz.

      Cloro, Iodo ou Sanitizante Profissional de sua preferência.

      Sanitização, sanitização, sanitização… preciso explicar porque?

      Escova para Limpeza de Garrafas

      Escovas, como aquelas usadas para limpar mamadeiras. Existem modelos maiores que ajudam imensamente a sanitizar garrafas e os até os fermentadores.

      Bem, esse equipamente é o básico, mas já é o suficientes para você começar a fazer seus hidromeis e conforme você for avançando na produção de hidromel você vai sentir a necessidade de obter outros equipamentos. Espero que tenham gostado do artigo pessoal! Um grande abraço a todos!

      Luis Felipe de Moraes – Pompeia Hidromeis

     



Categorias:Hidromel

Tags:, , , , , ,

9 respostas

  1. Olá Felipe

    Assisti aos seus vídeos sobre Hidromeis e resolvi fazer para brincar.
    Na família fabricamos vinho a mais de 50 anos para consumo próprio.
    Fiz exatamente igual sua receita, mas estou em dúvida sobre a hora da primeira trasfega.
    Meu hidromel está a exatamente a um mês e ainda solta bolhas, ~ uma por minuto.

    Veja meu vídeo que fiz no começo http://youtu.be/VDcrLcKaZ10
    Até quando devo aguardar ?

    Outra dúvida, vi outros vídeos na internet que o mosto é aquecido.
    No seu vídeo não notei este processo.

    Parabéns

    Curtir

    • Olá!!

      Quem legal saber que sua família faz vinhos! Parabéns!

      Sobre a trasfega, o ideal é quando notar que as bolhas pararam começar a tirar medidas com o densímetro, e quando notar que a leitura está estável por uns dois, três dias seguidos, está na hora da primeira trásfegas.

      Aquecer o mosto é usado desde tempos antigos para sanitização. Hoje em dia com os aditivos químicos praticamente não temos mais esta necessidade. Eu por exemplo apenas aqueço o mel para facilitar a mistura com a água!

      Abraço,
      Luis Felipe de Moraes – Meadmaker
      Pompeia Hidromeis

      Curtir

      • Felipe,

        Agora fiquei com mais dúvidas ainda.
        No seu vídeo você reprova o uso dos sulfitos e no entanto agora fala em aditivos !!!

        Te garanto que fiz uma excelente sanitização, mas agora que vou mexer no hidromel estou em dúvida sobre como fazer.

        sds
        Valter

        Curtir

      • Olá Valter,

        Não é porque eu não gosto muito de usar determinado método ou produto que vou deixar de falar dele. O mais importante é cada um fazer seu hidromel da maneira que mais se identifica. Eu não gosto de Sulfitos, mas vai que você goste de usá-lo?

        Abraços
        Luis Felipe – Meadmaker
        Pompeia Hidromeis

        Curtir

  2. Ola Felipe,

    Seria muito bom se você informa-se onde pode-se conseguir esses equipamentos para fazer hidromel, por favor tenha essa gentileza !!!

    Muito obrigado !!!

    Curtir

Trackbacks

  1. Como usar o refratômetro! | Pompeia Hidromeis
  2. Dicas para o primeiro hidromel! | Pompeia Hidroméis
  3. Dicas para o primeiro hidromel! – Pompeia Hidroméis

Deixe um comentário!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s