Hidromel · Receitas Antigas

Receita de Hidromel Medieval III

     

     Olá Pessoal! Mais uma boa receita de hidromel medieval retirada do mesmo livro de Sir Digby de 1669. Aproveitem!

      Um Excelente hidromel Branco

      Ingredientes:

  • 3,79 litros de mel
  • 15,14 litros de água
  • Canela a gosto
  • Gengibre a gosto
  • Casca de Limão a gosto
  • Cravos a gosto
  • Noz-moscada a gosto
  • Fermento

     Preparo:

     Pegue o mel e a água, misture e ferva tirando a espuma que se formar até que acabe toda a espuma; coloque os temperos levemente macerados. As proporções devem ser mais canela, pouco gengibre, um pouxo de nóz-moscada, e bem pouco de cravos. Ferva mais um pouco e coloque em um contenedor de madeira e deixe ficar morno, o que pela quantidade deve levar cerca de quatro a seis horas.

       Coloque o fermento e deixe o mesmo trabalhar por pelo menos doze horas tapado com um pano. Coloque o restante dos ingredientes e deixe de uma semana a dez dias e então engarrafe. Você pode bebê-lo depois de dois ou três meses, mas será melhor dentre após um ano.

      Notas da Pompeia Hidromeis:

  • Na receita, o autor não estabelece quantidades para a maior parte dos ingredientes, estabelece no texto apenas as proporções entre alguns deles. Então coloque as quantidades com cuidado.
  • O texto também diz para engarrafar muito rapidamente. O que obviamente não daria tempo para as trasfegas e um bom clareamente. Sem contar o risco de autólise.
  • O autor também remete no texto ao uso do feremento natural passado em uma fatia de pão e colocada no mosto. Obviamente hoje em dia (a não ser que você queria seguir a risca!) vamos usar um fermento próprio. Eu sugeriria o K1-1116 da Lalvin.
  • Eu realmente gostei muito desta receita. Tem jeito de ser um Metheglin bem interessante e que pode ser muito agradável nos dias de hoje. Posso dizer que vou fazer um teste com esta receita.

     Original em inglês arcaico: The Closet of the Eminently Learned Sir Kenelme Digby Kt. Opened. Little Britain. London, 1669

     Luis Felipe de Moraes – Pompeia Hidromeis

8 comentários em “Receita de Hidromel Medieval III

  1. Luis, gostaria que assim que possível respondesse meu email sobre fermentação natural, pois tenho algumas dúvidas, e gostaria de saber também se existe a possibilidade de comprar algumas garrafas de Hidromel com você, para que sejam enviadas pelo Sedex para Belo Horizonte.

    Obrigado

    Abraço

    1. Oi Jean!

      Cara eu achei que tinha te enviado o e-mail, pois o escrevi e não vi que tinha dado erro no meu gerenciador de e-mails. Desculpe.

      Você pode sim fazer massas de pizza com fermento natural. É só substituir parte da farinha usada na receita pelo fermento natural em cerca de 1/4 do volume e se achar que cresceu demais é só diminuir um pouco a proporção.

      Quanto a venda: eu vendo todos eles a R$ 30,00, mas no momento estou sem nada para venda, pois a venda desse começo de ano foi muito boa (uhuuu!) e fiquei só com umas poucas garrafas para mim mesmo. Vou ter mais hidromeis em quantidade apenas em cerca de 3 meses… Assim que os tiver lhe mando um e-mail e posso sim mandar via Sedex!

      Abraços,
      Luis Felipe Moraes – Meadmaker
      Pompeia Hidromeis

  2. OLá, como seria essa forma de fermentação natural com pão? no texto fica entendido que é fermento fresco passado em uma fatia de pão francês e jogado dentro do fermentador. é isso mesmo?

  3. Tenho uma duvida sobre essas receitas antigas, falasse para engarrafar depois de 10 dias mas só beber depois de 3 meses, a ideia desse processo é que a fermentação continue na garrafa?

  4. Olá! Luiz, eu posso usar o levain (Pasta Madre) como fermento para o meu hidromel?
    Qual a quantidade de levain para 3 litros de água e 1litro de mel?

    Obs: Tenho uma duvida em relação a medida do mel: o mel das receitas é no litro ou no peso que em media é 1,645g/l?

    Att,

    Helder Silveira

    1. Salve Helder,

      A levedura criada para a pasta madre está adaptada para fermentar os açúcares presentes na farinha de trigo não os do mel, logo não temo suma colônia adequada para a tarefa.

Deixe uma resposta para pompeiahidromeis Cancelar resposta