Receita de Hidromel Tradicional

Olá a todos!

Vários leitores tem me perguntado sobre receita de hidromel clássico (apenas mel e água). Eu, particularmente, gosto disso. Pois é uma abordagem mais purista do hidromel e mais próxima do que era feito na antiguidade. O hidromel clássico é uma excelente opção também para aprender a fazer a base para todos os outros estilos de hidromeis, pois a adição de outros ingredientes afeta a percepção da base, além do que são de uma leveza e elegância ímpar.

Segue uma receita:

Hidromel Clássico Seco (Dry Show Mead)

Ingredientes:

  • 6,35 kg
  • 15 litros de água mineral de boa qualidade
  • 3 sachets do fermento Lalvin D-47
  • 5 gramas de nutrientes para leveduras

Preparo:

Limpe maravilhosamente bem todos os utensílios, superfícies de trabalho, fermentadores, airlockers, absolutamente tudo o que terá contato com o mosto em produção.

Com essa quantidade de mel e água você vai ter uma gravidade original a cerca de 1.080 a 1.090 o que vai finalizar com álcool por volume a cerca de 11% a 12,5%.

Coloque a água no fermentador, dissolva o mel por completo. Use o densímetro para tirar a gravidade original e anote isso. Aqueça 150ml de água a cerca de 38 – 40°C e coloque o fermento, aguarde 15 minutos e mexa bem. Coloque o fermento no mosto quando a diferença de temperatura entre eles for menor que 10ºC. Se colocar o fermento com essa diferença de temperatura você certamente vai atrapalhar a qualidade da fermentação pelo choque térmico causado nas leveduras, pois matará boa parte das células viáveis.

Peque uma pequena quantidade do mosto e adicione 2 gramas do nutrientes para leveduras e retorne no fermentador. Oxigene seu mosto, mexendo vigorosamente, chacoalhando o fermentador, enfim, da maneira que conseguir colocar oxigenio dentro do mosto. A oxigenação pode ser repetida no segundo e terceiro dia de fermentação. Nestes próximos dois dias adicione o restante do nutriente para leveduras também garantindo assim um início de fermentação vigoroso e saudável.

Monitore a fermentação cuidadosamente. Assim que a fermentação der sinal de diminuir o ritmo deve-se fazer a primeira trásfega para evitar que a quantidade enorme de leveduras existente entrem em autólise e acabem com nosso maravilhoso hidromel.

Nos próximos dias ou semanas realize trasfegas sempre que houver borra acumulada no fundo do fermentador. E faça as trasfegas usando sifonamento ou usando torneiras no fundo do fermentador. Mas usando apenas a gravidade e sem incorporar oxigenio no hidromel, pois nessa fase ocorrerá certamente oxidação e não queremos isso!!!

Assim que o hidromel estiver completamente clarificado você pode engarrafar seu hidromel. Recomendo que aguarde 6 meses pelo menos, o ideial seria 1 aninho, para depois apreciar seu encantador hidromel clássico.

Luis Felipe de Moraes – Pompeia Hidromeis

 

Problemas na fermentação do hidromel? Clique aqui para ver o que fazer!

Veja também outras receitas (Clique sobre o nome):

Mais receitas: Hidromel de Chocolate com PimentaHidromel de Limão com AnizHidromel Tradicional SuaveReceita Hidromel Fácil JAOMMelomel de GoiabaHidromel Medieval VIISack HidromelCyser com CanelaReceita RhodomelMetheglyn Chocolate com café e baunilha,Hidromel de ChocolateHidromel Bouchet com AmoraMelomel de Pera,Vanilla HidromelMelomel de FramboesaMelomel de Abacaxi e Coco,Capsicumel – Hidromel com PimentaMelomel de LaranjaHidromel Tradicional 



Categorias:Hidromel, Receitas

Tags:, , , , , ,

113 respostas

  1. Ola tudo bem? eu fiz uma receita adaptada dessa, para uma receita de 6 l de mosto. Em fim, minha duvida é, eu comecei com uma densidade de 1.092 porém usei a levedura K1 pois era a unica que tive alcance, quando eu devo fazer as trasfegas para evitar autólise ? essas leveduras são bem “raivosas” então estou com medo de perder meu mosto. Muito bom o seu site, tem me ajudado bastante !

    Curtir

  2. Apenas fazer a descarga de fundo (decantado) é o suficiente ou deve-se realizar a transfega para outro recipiente “zerado”?

    Curtir

  3. pode ser feito com a k1-1116?

    Curtir

  4. Boa tarde,
    Ótimo site, ótimo trabalho do Luis Felipe. Parabéns pela bondade de divulgar o teu conhecimento.

    Vou tentar fazer essa receita com a levedura red star premier blanc. Você acha que vou ter um bom resultado ?

    Curtir

  5. Muito boa sua receita, estou querendo fazer apenas 5 litros de hidromel. Minha duvida é quanto ao fermento tenho o Lalvin 71b-1122, tenho que usar o pacote todo para 5 litros ou devo dividir , se dividir qual quantidade usar. Se usar um pacote inteiro pode estragar meu hidromel?
    Obrigado

    Curtir

    • Existe sim uma quantidade ideal de levedura para ser utilizar no seu hidromel, muito ou pouco são quantidades ruins para a produção do mesmo. Existe uma calculadora online no site Mrmalty, use a mesma no modo ALE para calcular para hidromel.

      Curtir

  6. Nessa receita qua 5os litros vão para o fermentador?

    Curtir

Trackbacks

  1. Hidromel de Camomila e Baunilha | Pompeia Hidroméis
  2. Dicas para o primeiro hidromel! – Pompeia Hidroméis
  3. Receita hidromel tradicional meio-seco – Pompeia Hidroméis
  4. Receita de Hidromel – Metheglin de Noz Moscada – Pompeia Hidroméis
  5. Receita – Sack hidromel de frutas vermelhas – Pompeia Hidroméis
  6. Artigos atualizados – Pompeia Hidroméis
  7. Receita: Valhalla Vanilla Metheglin – Pompeia Hidroméis
  8. Sangue Viking (Viking Blod) – Hidromel de personalidade. – Pompeia Hidroméis
  9. Hidromel Tradicional (Show Mead) com mel de Flor de Laranjeira – Pompeia Hidroméis

Deixe um comentário!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s